A torneira vazando não é um problema que incomoda apenas os ouvidos. Afinal, ela pode chegar a desperdiçar até 40 litros de água por dia – capaz de significar um aumento importante na conta no final do mês e, claro, comprometer ainda mais o problema de falta de água que muitas cidades vivenciam nos meses de seca.

De acordo com um cálculo feito pela Sabesp, uma torneira vazando, ao longo de um ano, significa um acréscimo de cerca de R$1.200 na conta de água.

Por isso, se você tem uma torneira vazando no banheiro, na cozinha ou na lavanderia, o melhor a fazer é consertar e evitar que o problema volte a ocorrer. Não sabe como fazer isso? A gente te ensina!

Quais as principais causas para o vazamento das torneiras?

Existem muitos motivos que podem levar ao vazamento das torneiras. E isso também se relaciona ao modelo de torneira que você tem na sua casa.

O modelo mais comum é aquele que, para abrir até o final, é preciso dar mais de uma volta completa. Outra versão é a torneira de ¼ de volta, um pouco mais moderna e que permite o fechamento com apenas um toque.

Cada tipo de torneira possui problemas distintos. No modelo mais tradicional, em geral, o vazamento é causado pela borracha. Então, nesse caso, quanto mais você forçar e apertar a torneira, mais a borrachinha será danificada – e pior ficará o problema.

O nome técnico dessa borrachinha é vedante e ela pode aparecer tanto nas torneiras de volta inteira como nas de até 3 voltas.

As torneiras ¼ de volta, por outro lado, não possuem essa borracha – e por isso, quando começam a pingar, geralmente é preciso trocar o reparo interno, uma peça que ajuda a conter a água. Caso, mesmo assim, a torneira continue pingando, então será preciso trocar o reparo completo.

O que não fazer com uma torneira vazando?

Depois de ler o tópico anterior, ficou mais fácil entender o que nunca deve ser feito quando avistamos uma torneira vazando, não é mesmo?

Algo que muitas pessoas tendem a fazer nessa situação é apertar a torneira com bastante força, achando que, dessa forma, o vazamento cessará. Mas, dependendo do modelo da torneira, essa atitude poderá agravar ainda mais a situação. Principalmente porque você poderá comprometer mais o vedante e causar outros danos, piorando o vazamento.

Além disso, antes de desmontar a sua torneira é sempre importante conferir qual é o modelo dela e saber exatamente quais passos seguir – evitando piorar ainda mais a situação.

Como consertar a torneira vazando?

homem consertando encanamento
É essencial saber o passo a passo para consertar uma torneira vazando da forma correta.

Já identificou qual tipo de torneira está vazando aí na sua casa? Então confira o nosso passo a passo para resolver esse problema:

Primeiro passo: separe as ferramentas

Em geral, para consertar a torneira vazando, você precisará apenas trocar o vedante ou o reparo. Para qualquer uma dessas ações, será necessário algumas ferramentas básicas, como:

Segundo passo: tome os cuidados necessários antes de desmontar a torneira

Antes de desmontar a torneira é preciso fechar o registro de água que abastece o local onde está o vazamento. Em alguns casos, será preciso retirar a torneira da pia para desmontá-la.

Ela é presa à pia por uma mangueira branca, por onde recebe a água. Nessa mangueira existe uma peça de plástico. Será preciso girar a peça para soltar a mangueira e liberar a torneira.

Cuidado! Essa é uma peça relativamente frágil e pode ser facilmente danificada. Além disso, pode haver um pouco de água acumulada na mangueira.

Terceiro passo: desmonte a torneira

Para desmontar uma torneira comum:

  1. solte o pino protetor com as mãos e, com a chave de fenda cruzada, desenrosque o parafuso;
  2. com as mãos, retire o acabamento. Solte a tampa protetora e, com a ajuda do alicate, desenrosque o reparo (a parte branca) no sentido anti-horário;
  3. depois de retirar o eixo de plástico, verifique se não ficou nada dentro da torneira;
  4. pegue um vedante de silicone (a borrachinha) e troque o antigo pelo novo.

Existem alguns modelos de torneira comuns que usam um reparo de metal.  Nesses casos, o reparo é formado por 2 peças: a parte de metal (reparo) e a parte de borracha.

Para desmontar esses tipos de torneira:

  1. solte o pino protetor com as mãos;
  2. use a chave de fenda cruzada para desenroscar o parafuso;
  3. retire o acabamento com as mãos;
  4. use o alicate para desenroscar o reparo no sentido anti-horário;
  5. retire o reparo (parte de metal do eixo). Caso ele não saia inteiro, note se existe uma bucha (pedacinho de plástico onde o reparo se apoia) dentro da torneira;
  6. coloque o reparo de volta no buraco e use um alicate para puxar, de forma que consiga retirar a bucha plástica;
  7. com isso, o eixo deverá sair completo (com reparo e com a borrachinha) e depois só será necessário trocar o vedante.

Para desmontar uma torneira de ¼ de volta, o passo a passo é bem parecido com o anterior. A única diferença é que, ao invés do vedante de silicone, você terá de trocar o reparo que pode ser de outros materiais, como a cerâmica.

Nesses casos, contudo, pode ser mais indicado um reparo profissional, garantindo que a torneira funcionará adequadamente. O GetNinjas, parceiro do Toca Obra, possui uma plataforma que te ajuda a encontrar o profissional ideal para esse tipo de serviço.

É importante, ainda, explicar que cada torneira pode ter um método de desmontagem diferente. Por isso, é essencial desmontar com cuidado. Outro ponto fundamental é sempre procurar por um reparo idêntico ao anterior para realizar a troca, considerando o modelo e a marca da sua torneira.

Quarto passo: remonte a torneira

Depois de desmontar e trocar o reparo, é hora de remontar a torneira:

  1. rosqueie o reparo na torneira, coloque o pino de proteção e com as mãos prenda o acabamento;
  2. utilize a chave de fenda cruzada para parafusar e, com as mãos, rosqueie o pino;
  3. se você retirou a torneira do lugar, será preciso passar veda rosca na ponta da torneira;
  4. rosqueie o engate que está na parede.

Reparo de emergência

Se você perceber que a torneira está vazando em um horário inconveniente, quando não é possível comprar o vedante. E aí, o que fazer?

Existem algumas alternativas ao vedante tradicional que podem ser usados nos reparos de emergência, como:

  • borracha do êmbolo de seringas;
  • pedaço de câmara de ar;
  • arruela de borracha usada em pregos para telhas.

Nessa situação, é preciso pegar o material de borracha improvisado e ajustar para o tamanho do vedante. Se você for usar uma arruela de borracha dos pregos para telhas, provavelmente não terá de fazer esse ajuste no tamanho.

O passo a passo, nesse caso, é o mesmo que já explicamos anteriormente. E, é claro, assim que puder, você deverá procurar por um vedante original e adequado para sua torneira, para evitar outros problemas e acidentes.

O reparo da torneira elétrica costuma ser realizado da mesma maneira dos modelos tradicionais. A única orientação é desligar os disjuntores antes de realizar a manutenção, para evitar acidentes, e, claro, consultar o manual para evitar danos à parte elétrica.

Troquei o vedante mas a torneira continua vazando. E agora?

torneira meio aberta
É preciso saber identificar o problema do vazamento para encontrar a solução ideal.

Se depois de seguir esse passo a passo a torneira continuar vazando, é sinal que o problema está no reparo. Para isso, será preciso desmontar a torneira e trocar a peça inteira (a parte de metal e o vedante).

Outro problema que pode ocorrer é a torneira vazando na base, principalmente após a manutenção. Em geral, a questão está associada à falta de fita veda rosca no encaixe, ao desgaste da peça de plástico que faz esse encaixe ou por falta de força na hora de rosquear.

Como evitar o vazamento em torneiras?

Mais fácil do que consertar uma torneira vazando é evitar que o problema se instale.  Criar o hábito de limpar a torneira com certa frequência é capaz de evitar vazamentos.

Para fazer isso, desmonte o reparo usando uma chave de fenda e remova a trava inserida na sua extremidade. Empurre o pino para soltar as partes da peça e higienize com um pano macio, água corrente e sabão neutro. Depois, é só remontar a torneira.

Escolher a torneira certa também é importante. Para não errar, é essencial considerar se o modelo apresenta uma boa resistência à pressão de água, se o sistema de fechamento é simples e eficiente e se ela oferece um fluxo de água adequado conforme a sua função.

A torneira pingando é um dos tipos de vazamentos mais comuns que podem acometer essas áreas – mas não é o único. Se a torneira estiver vazando pela base quando ela é aberta, pode significar que há uma má vedação entre as roscas do cano de PVC, que ficam entre a torneira e a parede.

Outra possibilidade é o vazamento entre as tubulações, com problemas aparecendo nas juntas e conexões. Em todos esses casos, o mais indicado é chamar um encanador, que poderá avaliar a situação e realizar o reparo de maneira profissional. Encontre o encanador ideal para sua obra com o GetNinjas.

Conclusão

Como você viu, a torneira vazando é algo que pode incomodar bastante, além de pesar na conta e aumentar o desperdício de água. Por isso, é muito importante consertar esse problema.

Para isso será preciso desmontar a torneira e trocar o vedante (a borrachinha) ou todo o reparo (no caso das torneiras de ¼ de volta). O procedimento é relativamente simples, mas é importante conferir o modelo da sua torneira e o que deve ser feito para desmontar e remontar, evitando problemas de encaixe nas peças.

Além das torneiras pingando, é possível que existam outros vazamentos, como na base ou nas tubulações – e nesses casos, o mais indicado é contar com ajuda especializada para que o reparo seja bem feito e dure por muitos anos.

Já sabe tudo sobre torneira vazando? Encontre os materiais e as ferramentas necessárias no Toca Obra e dê adeus aos vazamentos na sua casa. Para receber mais conteúdos com as melhores dicas para sua obra, cadastre seu e-mail em nossa newsletter e fique por dentro das novidades do Toca Obra!

Contrate um ninja