A escolha do material dos pisos de uma casa é uma das decisões mais fundamentais em termos decorativos, sendo fundamental a adequação deles ao resto do ambiente onde serão colocados. Mas, além da combinação visual ideal, os diferentes tipos de pisos também se distinguem pela versatilidade, resistência e outras diferenças práticas.

Geralmente, a dúvida mais presente entre os consumidores é entre a cerâmica e o porcelanato, que são os dois tipos de pisos mais usados por aqui. Contudo, além dessas, uma outra opção é bastante considerada, trata-se do piso laminado. 

É por isso que decidimos te ajudar com essa decisão e preparamos, a seguir, um conteúdo com as principais considerações e aspectos que exigem sua atenção na escolha dos tipos de pisos para seu domicílio, confira:

Cerâmica e porcelanato são tipos de pisos diferentes

Afinal, qual a diferença entre o piso cerâmico e o porcelanato? Os dois são realmente semelhantes, mas algumas características podem te ajudar na escolha.

Os dois materiais têm qualidades distintas. Não tem melhor ou pior, tem o mais adequado para cada prioridade. Portanto, vamos entender como definir sua prioridade e fazer sua escolha:

1. Estética

É grande a variedade de cores e tamanhos de ambos os tipos de pisos e existem opções para todos os gostos! Falando em termos de sofisticação, o porcelanato costuma ganhar a preferência. Ele é mais homogêneo do que o piso cerâmico e, na versão polida, o seu brilho é imbatível.

Entretanto, com a tendência da decoração em apontar na direção dos acabamentos foscos e com menos brilho, os pisos cerâmicos voltaram a disputar em “pé de igualdade”. 

2. Matéria-prima

homem revestindo o chão com diferentes tipos de pisos
Por mais parecidos que sejam, esses dois tipos de pisos diferem em vários aspectos.

O piso cerâmico é composto de 70% de argila e o porcelanato tem 70% de minerais rochosos, o que torna o porcelanato um piso mais impermeável e bem recomendado para áreas molhadas. Mas vale lembrar que os dois dependem de boas argamassas, impermeabilizantes e rejuntes para um bom assentamento e impermeabilização.

3. Resistência

Um dos fatores que mais influenciam na resistência é a temperatura de queima durante a produção. O piso cerâmico queima em torno dos 850 ºC, já o porcelanato por volta dos 1.250 ºC. Quanto maior a temperatura de combustão, maior é a resistência do material. O porcelanato é, então, mais resistente e durável que o cerâmico.

4. Versatilidade

Uma característica muito bacana do porcelanato é que ele tem opções que imitam alguns acabamentos frios como a madeira. Já o cerâmico não é tão versátil assim. 

Você deve ter percebido que o porcelanato está em alta, mas ele costuma ser mais caro também. A boa notícia é que hoje existem opções mais acessíveis e com um preço bem parecido com a cerâmica.

De qualquer maneira, a qualidade dos dois tipos de pisos vai depender muito da instalação. Por isso, não pense duas vezes antes de contratar um bom profissional para esse serviço. De nada adianta ter um piso de qualidade se ele for mal colocado. Pense nisso!

O GetNinjas, parceiro do Toca Obra, é a solução ideal na hora da contratação de um serviço de qualidade. Faça um orçamento grátis e encontre profissionais especializados para sua obra.

Entretanto, se você está em busca de um piso que se adapta melhor ao seu orçamento e, ainda, que pode deixar a sua casa bem aconchegante, pode apostar nos pisos laminados. A seguir, conheça melhor esse tipo de piso: 

E o piso Laminado, é uma boa escolha?

O laminado é um dos tipos de pisos mais escolhidos pelos clientes no Brasil, apesar de não ser o mais recomendado pelos profissionais (arquitetos, designers e até representantes de pisos). Ele divide opiniões, mas no final das contas é uma escolha privilegiada no quesito custo x benefício.

Mas, afinal, quais são as vantagens e desvantagens desse tipo de piso?

1. Vantagens

  1. É mais resistente a riscos do que a madeira natural, por exemplo.
  2. Instalação prática e rápida, o que otimiza o tempo de obra.
  3. Pode ser aplicado sobre outros pisos. O importante é ter uma superfície lisa para que o resultado da aplicação seja perfeito.
  4. Limpeza e manutenção simples. Como ele tem superfície lisa, pode ser limpo com uma vassoura ou aspirador de pó, seguido de um pano úmido. Pronto! Ele fica com um aspecto de novo. É incrível!
  5. Tem enorme variação de acabamentos com efeito amadeirado. Além das opções, o efeito de pisos de madeira sempre deixa a casa mais aconchegante.
  6. Preço bem atrativo em comparação com outras opções do mercado. É possível encontrar por R$ 50/m² instalado. 

2. Desvantagens

  1. Ele exige alguns cuidados especiais como por exemplo colocar aqueles revestimentos de feltro nos pés e bases dos móveis.
  2. A instalação é simples e fácil, mas requer mão de obra de um instalador experiente, se não, “o barato pode sair caro”. Então, se você imaginou comprar um piso e dar para aquele seu braço-direito na obra, o famoso “faz tudo”, certifique-se que ele saiba fazer a instalação dos pisos laminados e o acabamento dos rodapés.
  3. Não pode ser aplicado em áreas externas ou molhadas como, por exemplo, banheiros, cozinhas e varandas. Esse piso tem baixa resistência a umidade e a incidência direta da luz do sol.
  4. Tem baixo isolamento acústico. Sabe aquele vizinho que você ouve o “toc-toc” do salto do sapato o tempo todo? Pois bem, se o problema não for da construção, mas sim do acabamento (do piso), muito provavelmente ele escolheu por um piso laminado.  
casal sentado no chão pensando em qual dos tipos de pisos escolher
Conhecer o produto que você vai adquirir é mais importante que decidir entre os tipos de pisos.

Depois de listar as vantagens e desvantagens, fica fácil entender porque esse piso é o queridinho de tantas pessoas. Realmente, existem mais vantagens do que desvantagens.

O mais importante é você ter conhecimento do produto para fazer a sua escolha, isso serve para todos tipos de pisos, tanto para os de cerâmica, quanto para o porcelanato e os laminados.

Esperamos que essas informações tenham sido úteis e que te ajudem a colocar as mãos na massa. Para continuar recebendo mais dicas do nosso blog, cadastre-se na newsletter e fique por dentro das novidades!

Contrate um ninja