Você sabia que o mercado da construção conta com diferentes tipos de martelos? Desde a antiguidade, essa ferramenta tem sido utilizada como uma das principais da construção civil, auxiliando profissionais da área e moradores a realizarem as suas tarefas e alcançarem resultados cada vez mais satisfatórios.

No entanto, poucas pessoas conhecem as variedades que essa ferramenta possui. Ao longo dos anos, tal equipamento evoluiu muito e, a partir disso, novas versões foram aparecendo com o objetivo de facilitar as atividades dos usuários em diferentes atividades.

E, se você costuma utilizar essa ferramenta, não saia daí. No post de hoje, explicaremos quais são esses tipos de martelos, suas particularidades e como escolher o modelo ideal para os seus projetos. Vamos lá?

Afinal, para que serve os diferentes tipos de martelos?

Todo indivíduo, em algum momento da vida, já teve contato com um martelo — especialmente, aqueles que são interessados no universo da construção. 

Após se tornar conhecido entre a população, o martelo começou aparecer com a função de auxiliar em diferentes atividades, como é o caso dos serviços de cunho industrial, reparos, construção civil, oficinas ou, até mesmo, práticas de artesanato.

Esse elemento possui uma espécie de cabo, no qual, há uma cabeça de metal fixada, que pode ser encontrada em diferentes formatos e tamanhos que variam de acordo com o modelo.

Devido à essa diversidade em sua aplicação, é importante saber qual o modelo mais adequado para cada tarefa. Isso vai contribuir para o alcance do resultado desejado.

Quais são os tipos de martelos mais usados na atualidade?

homem usando um tipo de martelo
Conhecer os diferentes tipos de martelos é importante para fazer a escolha do modelo ideal para seus serviços.

Agora você já sabe que há uma vasta oferta de modelos no mercado — o que pode causar uma certa dúvida na hora de adquirir uma nova ferramenta. Afinal, qual versão serve para realizar reparos ou reformas?

O modo mais simples de conseguir êxito nessa tarefa, é conhecer a fundo os tipos de martelos e as suas finalidades, garantindo assim, que a sua caixa de ferramentas fique sempre completa.

Continue a leitura para descobrir um pouco mais sobre cada modelo:

Martelo unha

Entre todos os tipos de martelos, o martelo unha é o mais conhecido. Normalmente, pode ser encontrado em variados formatos de cabo, que vão desde o tradicional, em madeira, até outras alternativas modernas, como aço ou fibra de vidro.

A sua função é a de remover ou fixar pregos em diversas superfícies. Para tanto, a ferramenta apresenta uma cabeça dividida em duas partes: de um lado, você encontrará uma espécie de “garra”, que serve para puxar os pregos e removê-los do local.

A outra, por sua vez, apresenta uma forma achatada, ideal para ajudar a prender os objetos em uma parede, madeira, placa de aço ou qualquer outra superfície que esteja sendo trabalhada.

Martelo de estofador

Em seguida, temos o martelo de estofador — que é uma versão menor do famoso modelo “unha”. Com um tamanho reduzido, a sua função também é fixar pregos, porém, menores e mais finos, como pinos ou tachinhas.

O seu nome vem, justamente, dos profissionais que costumam utilizá-lo: aqueles especializados em reparar estofados e diversos tipos de móveis.

Vale lembrar que esse modelo é mais leve que o normal e, consequentemente, a sua cabeça também apresenta um visual bem achatado.

Martelo bola

Muito usado pelos profissionais de mecânica, o martelo bola é a pedida perfeita para quem deseja remover ou colocar rebites, bem como criar diferentes formatos em metais que sejam flexíveis.

E quer saber uma curiosidade? O nome dessa ferramenta é graças ao design da sua cabeça, que é mais arredondado que as versões clássicas, permitindo assim, que o usuário consiga formar com facilidade as mais variadas curvas em diversas superfícies.

Martelo pena

O modelo “pena” também não poderia ficar de fora da nossa seleção dos tipos de martelos. Apresentando um formato menor e mais leve, essa alternativa, assim como a “pena”, também é indicada para fixar tachas, pregos e pinos finos. A diferença é que a opção é ainda menos pesada do que a primeira.

Mas não acaba por aí. Além dessas funções, tal elemento pode ser usado em serviços típicos de mecânica, como as conformações de placas metálicas, formação de vincos, dobras complexas e por aí em diante.

Martelo de pedreiro

Como o próprio nome revela, o martelo de pedreiro é uma alternativa muito utilizada em construções, principalmente, para partir ou assentar os tijolos de uma obra.

Ao analisar o objeto, você perceberá que ele possui um lado de sua cabeça mais afinado, ideal para cortar os tijolos sem a necessidade de destruí-los. A outra parte, por sua vez, apresenta um design muito semelhante ao dos produtos tradicionais.

Essa também é uma excelente opção para promover novos formatos para as rochas, pedras e outros elementos tradicionalmente usados na construção civil. Embora não seja um produto facilmente encontrado nas residências, vale a pena considerá-lo ao montar uma caixa de ferramentas.

Martelo de borracha

Outra versão muito conhecida entre os tipos de martelos, é o modelo “borracha” — opção muito usada pelos profissionais que atuam na área da construção civil. Nesse caso, a cabeça da ferramenta é produzida a partir de nylon ou borracha, materiais excelentes para ajudar a pregar objetos sensíveis e delicados.

Os vidros e pisos de cerâmica são alguns deles. Durante a colocação desses itens, o martelo de borracha não deve ser deixado de lado, ainda mais se a sua ideia é promover um serviço impecável e incapaz de danificar o produto com o passar do tempo.

A vantagem é que essa ferramenta é bastante versátil e, até mesmo, pode ser usada na hora de montar móveis ou demais estruturas que precisam de cuidados durante a sua preparação.

Martelo de forja

Considerado um dos tipos de martelos mais pesados do mercado, esse modelo pode apresentar até 9kg. Diferente dos modelos citados, este apresenta um cabo mais longo, que serve para realizar atividades complexas e árduas, oferecendo maior controle sobre o trabalho e garantindo um resultado eficiente.

Confira os produtos disponíveis no nosso marketplace e adquira já o seu!

Como usar o martelo da maneira adequada?

homem usando um tipo de martelo
É importante fazer a utilização correta da ferramenta para conservá-la por mais tempo e obter bons resultados nos projetos realizados.

Assim que encontrar os tipos de martelos mais indicados para o seu projeto, você precisará aprender como utilizar a ferramenta da forma correta. Caso contrário, correrá o risco de se machucar ou comprometer o resultado da sua atividade.

Abaixo, separamos algumas recomendações que não podem ser descartadas:

  • Segure o cabo do martelo com força e, de preferência, posicione sempre a sua mão no fim da peça;
  • Durante a martelada, deixe o punho rígido e aproveite o movimento do braço para realizar a ação com precisão;
  • Não use muita força. Deixe parte dessa função para a própria ferramenta;
  • Antes de iniciar o trabalho, cheque se a cabeça do martelo está posicionada na direção correta e centralizada na superfície que será trabalhada.

Como evitar acidentes ao manusear a ferramenta?

Ninguém deseja realizar um trabalho e, no fim das contas, acabar sofrendo um acidente. Correto? Para fugir desse cenário, é muito importante conferir se o cabo do martelo está devidamente preso em sua estrutura. Em caso negativo, conserte o produto imediatamente ou considere substituí-lo.

Prezar por esse detalhe é imprescindível para se proteger e evitar que a cabeça escape durante a batida.

Procure ainda realizar a sua obra ou reforma com todos os equipamentos de segurança necessários — os chamados EPI’s. Tais componentes devem ser utilizados por indivíduos que realizam essas práticas profissionalmente ou de forma amadora. Não se esqueça!

Conservando o martelo

Para fazer com que a sua ferramenta tenha a vida útil prolongada, evite deixá-la no chão. A melhor saída, é organizar e guardar os seus pertences da forma correta. Assim, seu martelo se manterá bem conservado por mais tempo, trazendo resultados excelentes para seus projetos.

Após essas dicas, ficou mais fácil conhecer a fundo os tipos de martelos, as suas especificações e indicações? Conte para nós!

E aproveite para curtir a página do Toca Obra no Facebook e se cadastrar em nossa newsletter para continuar por dentro de outros conteúdos valiosos como este. Pode acreditar: as suas obras e reparos terão um resultado bem mais positivo e satisfatório!

Contrate um ninja