Se você está construindo ou reformando, provavelmente já se deparou com a variedade de tipos de janelas existentes no mercado. Não apenas o modelo e a forma de abrir, como também o material e o tamanho da janela são importantes.

A janela vai determinar quanto de luz natural e de ventilação vão entrar em cada cômodo. Por isso, escolher os tipos de janelas é uma tarefa tanto estética quanto funcional

Quer saber mais sobre os tipos de janelas e como escolher o ideal? Acompanhe!

Tipos de janelas quanto à abertura

A principal diferença dos tipos de janelas está na forma como elas abrem e fecham. Veja os modelos que você vai encontrar:

Janela de correr

Esse é provavelmente o mais simples entre todos os tipos de janelas. Na janela de correr, cada lado pode ser deslizado na direção horizontal. Elas podem ser de vários materiais e tamanhos. Se forem totalmente de vidro, ajudam bastante na iluminação.

As janelas de correr podem ser usadas em quartos, salas, cozinhas e áreas de serviço. Se optar por esse modelo nos dormitórios, não se esqueça de prever também boas cortinas ou persianas.

Janela sanfonada

Quando aberta, a folha dessa janela se dobra formando uma espécie de sanfona. Esses tipos de janelas podem ser usados em ambientes diversos, mas são especialmente vantajosos para janelas grandes.

Em uma janela muito grande com abertura para fora ou para dentro, você acabaria tendo que deixar muito espaço livre para permitir a abertura. Já com as sanfonadas, a janela se dobra e fica acomodada no canto sem ocupar muito espaço. Além disso, elas são muito charmosas e podem ajudar na decoração.

Janela veneziana

As janelas venezianas geralmente são compostas de 4 ou 6 folhas divididas em duas camadas. Na parte externa, a janela tem divisões horizontais com pequenas frestas entre elas.

Dessa forma, quando ela está completamente fechada, não há visibilidade, mas ainda há um pouco de ventilação. Na parte interna, a janela veneziana pode ter ou não uma camada de vidro. As venezianas são indicadas principalmente para quartos e salas.

Esse tipo de janela é bem versátil e pode ser encontrada nos mais diversos materiais. Ela também pode ter abertura de correr, para fora ou até mesmo sanfonada. Quem quiser ainda mais flexibilidade deve escolher o modelo onde a parte interna é de vidro.

Assim, você poderá ter a janela completamente fechada sem nenhuma visibilidade, completamente aberta com total ventilação e visibilidade ou, ainda, com apenas os vidros fechados, de forma que a iluminação possa entrar no cômodo, mas a ventilação não. 

Janela guilhotina

Não se assuste com o nome — a janela guilhotina é chamada assim porque ela se abre e fecha em um movimento vertical, de forma parecida com a guilhotina. Esse tipo de janela geralmente é dividida ao meio e tem a parte de cima fixa, enquanto a parte de baixo é móvel.

As janelas guilhotinas são clássicas e ficam muito bonitas na versão em madeira e vidro. No entanto, também é possível encontrar outros materiais que combinam mais com casas modernas.

Janela pivotante

A janela pivotante tem um eixo central em torno do qual ela gira até 90°. Quando totalmente aberta, ela permite a passagem de bastante ar e ajuda na ventilação. As janelas pivotantes podem ser uma boa solução para janelas que têm comprimento longo.

As janelas muito compridas podem ser divididas em várias pivotantes, de forma que você possa controlar melhor a abertura e abrir ou fechar apenas algumas partes.

Janela basculante

Os basculantes geralmente são divididos em várias aberturas menores na horizontal, que são abertas puxando uma alavanca na lateral. Basculantes são usados principalmente em banheiros, cozinhas e áreas de serviço. 

Janela bandeira

A janela bandeira fica presa por um batente fixo em apenas um dos lados e a abertura é feita de forma semelhante a uma porta. Quando está totalmente aberta, a janela bandeira auxilia bastante na ventilação.

A desvantagem é que, se ela for muito grande, você precisará deixar um espaço grande livre de móveis e objetos para não atrapalhar a abertura da janela bandeira.

Janela de tombar

Só pelo nome já deu para entender mais ou menos como essa janela funciona, não é mesmo? Essa janela é fixa na parte de baixo e, para realizar a abertura, é levemente tombada na vertical. Esse tipo de janela permite uma ventilação mais sutil, com a entrada de menos vento.

Há, ainda, os tipos de janelas que são combinados e podem ser usados tanto como janela de tombar quanto como janela bandeira.

Janela projetante

A janela projetante se abre para fora, e geralmente fica presa pelas laterais ou pela parte de cima. Ela é muito usada em lavanderias, escritórios, cozinhas e áreas de serviço.

Janela fixa

A janela fixa é usada, exclusivamente, pela iluminação ou mesmo para decoração do ambiente. Ela não possui nenhuma abertura e, portanto, não vai ajudar na ventilação.

Bay window

A bay window é muito mais um item de arquitetura e decoração do que um item funcional. Essa janela é típica de casas inglesas ou americanas, e pode ser vista frequentemente nos filmes.

A bay window é formada por três janelas que são montadas em uma espécie de extensão da parede. É como se o cômodo ganhasse uma pequena área extra, que é cercada de janelas.

Além de ajudar na iluminação, a bay window fornece um espaço a mais ao cômodo que pode ser usado, por exemplo, para um sofá ou poltrona.  Ela é um dos tipos de janelas mais sofisticados, sendo recomendado para casas grandes e imponentes.

Depois de escolher o tipo de janela ideal para sua obra você já pode passar para o passo da instalação. O GetNinjas é a plataforma perfeita para te ajudar a encontrar um profissional qualificado para o serviço.

Tipos de janelas quanto aos materiais

Além dos diversos modelos, você também vai encontrar todos os tipos de janelas em diferentes materiais. Veja as características de cada um.

Aço

As janelas de aço costumam estar entre as mais econômicas, principalmente se forem compradas na versão sem pintura. No entanto, atualmente, já é possível encontrá-las em diversas cores como branco, preto, cinza ou marrom.

As janelas de aço são duradouras e resistentes aos desgastes do dia a dia. Porém, elas não são indicadas para áreas úmidas e para ambientes próximo ao mar, pois elas enferrujam e terão sua vida útil reduzida.

Alumínio

Janelas de alumínio são leves, resistentes e práticas, e também podem ser encontradas com um bom preço. A grande vantagem delas em relação ao aço é que o alumínio não está sujeito ao enferrujamento e pode ser usado também em ambientes úmidos

Madeira

As janelas de madeira certamente estão entre as mais charmosas e dão um toque especial ao imóvel. No entanto, elas têm um preço mais alto e também demandam um pouco mais de cuidado na manutenção e limpeza.

Além disso, a madeira tende a durar menos do que os tipos de janelas de metais. Na hora de comprar janela de madeira, é importante observar a procedência do material — verifique se ele foi extraído de maneira regular e se é de qualidade.

PVC

O PVC é um material plástico que também tem uma boa resistência, não enferruja e não demanda cuidados especiais na limpeza. As janelas de PVC são muito utilizadas em ambientes mais frios, pois o material funciona como um bom isolante térmico. Além disso, ele também é um bom isolante acústico.

Vidro

O vidro está presente em muitas janelas e já há modelos feitos inteiramente deles. Na hora de escolher o vidro para as janelas, você terá à sua disposição diferentes tipos como duplo, temperado, opaco, transparente, refletivo e até anti-ruído. 

Escolhendo o tipo de janela ideal

As funções das janelas são de permitir a entrada de luz natural e de ventilação. Por isso, ao escolher a janela de cada cômodo, você deve pensar primeiramente nesses quesitos. Quem mora em uma área muito quente deve priorizar a boa ventilação.

Já os cômodos que não tem uma posição privilegiada em termos de incidência solar, podem ter janelas maiores para compensar o pouco sol e maximizar o uso de luz natural. 

Além disso, para escolher o modelo mais adequado para sua casa e para cada cômodo, você deve levar em conta o estilo do seu imóvel. Se você está construindo uma casa rústica, as janelas de madeira vão bem. Se, ao contrário, seu imóvel tem um tom mais moderno, a madeira não vai combinar.

Para quem tem uma bela vista, apostar nas janelas grandes — como uma janela de vidro do chão até o teto ou uma tipo Bay Window — é uma excelente ideia. Quem tem vizinhos mais próximos, precisa pensar na privacidade na hora de escolher as janelas. O mesmo vale para os banheiros, que pedem janelas 

Além disso, você deve levar em conta quanto espaço você tem do lado de fora ou do lado de dentro para abertura da janela. Em cômodos pequenos, evite janelas que abrem para dentro, pois você acabaria perdendo espaço.

Enfim, a escolha dos tipos de janelas deve levar em conta a estética do seu imóvel, a parte funcional de ventilação e iluminação e, claro, o orçamento da sua obra.

Não deixe de conferir as melhores ofertas no blog do Toca Obra e cadastrar seu e-mail para receber nossas newsletter e ficar por dentro das dicas para reformar sua casa.

Contrate um ninja