Se você está em meio a uma obra, já deve ter notado que a tarefa de instalar um interruptor é um tanto complexa. Afinal, são vários pontos que devem ser analisados ao longo do projeto, que vão desde a escolha dos tipos de interruptores, até o sistema elétrico do local. 

Por falar nisso, o que acha de aprender como instalar interruptor para garantir que o ambiente funcione adequadamente e tenha uma boa aparência?

Em uma breve pesquisa no mercado, você encontrará inúmeros tipos de interruptores, que variam de tamanho e carga, se adaptando a diferentes projetos.

Diante de tamanha diversidade, é comum que os marinheiros de primeira viagem fiquem com algumas dúvidas, sem saber qual opção escolher para ter mais segurança e evitar problemas futuros, como choques ou, em casos mais graves, curtos circuitos. A solução é uma só: se aprofundar no assunto e conhecer as particularidades de cada um dos tipos de interruptores.

Queremos ajudá-lo a concluir a sua obra da melhor forma. Justamente por essa razão, montamos um conteúdo completo e com todas as dicas necessárias para alcançar o máximo de eficiência. É só acompanhar a leitura e seguir as nossas recomendações!

Afinal, o que são interruptores?

No universo da construção, muito se fala sobre os famosos interruptores. Mas será que você sabe, de fato, o que são esses equipamentos?

Podemos defini-los, como peças utilizadas para “abrir e fechar” todos os circuitos elétricos de uma construção, promovendo a ligação dos pontos de luz. Ou seja, eles servem para acender e apagar as luzes dentro de um imóvel ou ativar o funcionamento de outros aparelhos domésticos.

Tal dispositivo, ainda pode ser adicionado com o toque do dedo dos moradores, modificando a sua posição de comutação.

Eles são instalados nas entradas de uma rede de energia e devem ser posicionados em pontos intermediários. Aqui, o objetivo é difundir a eletricidade de forma eficiente aos diferentes aparelhos que necessitam de carga energética para funcionar.

Embora pareça simples, a distribuição dos fios da rede elétrica até esses pontos exige um estudo detalhado. Ao longo do projeto, é preciso analisar tanto as necessidades da própria residência, quanto as de seus moradores, evitando assim, que haja sobrecarga ou o uso excessivo de extensões nos ambientes.

Em um lar, o dispositivo é constantemente usado para comandar pequenas cargas, uma vez que a sua capacidade corrente pode chegar até 250V. Lâmpadas, ventiladores de teto ou, inclusive, motores de pequeno porte são algumas delas.

Os equipamentos de grande potência, porém, não devem ser usados em interruptores ou tomadas, mas sim, interligados por meio de conectores exclusivos para essa finalidade. Um exemplo disso, são as torneiras elétricas e chuveiros.

Como instalar interruptor com praticidade e segurança?

Após escolher o modelo ideal entre os tipos de interruptores, chegou o momento de aprender como instalar interruptor e deixar a sua obra completa. Para isso, será preciso separar os materiais de acordo com a versão do dispositivo que será usada.

Jogo de interruptor completo

Encontre um modelo que consiga se encaixar perfeitamente na caixa. Nas lojas especializadas, há opções em 4x2cm ou 4x4cm. Tire todas as medidas corretamente para evitar o prejuízo de materiais.

Jogo de tomada completo

Seguindo o mesmo padrão acima, as tomadas podem ser encontradas em modelos de 4x2cm ou 4x4cm. Compre aquela que apresente o mesmo tamanho do interruptor.

Em seguida, eleja a alternativa que melhor se encaixa na rotina dos moradores. As opções de 20 amperes, por exemplo, são indicadas para aparelhos que tenham resistência ou aqueçam, como aquecedores, secadores de cabelo ou torneiras elétricas. Existem também, as de 10 amperes, que servem para as demais utilidades; e as específicas, recomendadas aos ambientes úmidos.

Fios

Os fios da instalação devem ser escolhidos a dedo e conforme as características da obra. O caminho ideal, é eleger cabos de cores diferentes para facilitar a identificação da instalação ao fazer reparos ou manutenções. As medidas sugeridas são:

  • para interruptores: 1,5mm;
  • para tomadas de 20 amperes: 4mm;
  • para tomadas de 10 amperes: 2,5mm.

Outros materiais

Lembre-se de separar algumas ferramentas úteis para a realização dessa tarefa. Chave de fenda, alicate e chave teste são as mais exigidas.

Como instalar interruptor: passo a passo

É importante entender o passo a passo da instalação do interruptor para garantir uma boa funcionalidade.

Com os materiais devidamente separados, você já pode começar a se preparar para a instalação do interruptor no ambiente. 

Caso necessite da ajuda de um eletricista especializado, o GetNinjas é a solução ideal. Você recebe até 3 orçamentos e pode escolher a opção que cabe dentro do seu bolso! Se preferir fazer você mesmo, confira o passo a passo a seguir e as dicas de cuidados a serem tomados durante a instalação.

  • Passo 1: proteja-se

    Quer se prevenir de acidentes? Então, desligue os disjuntores ou a chave geral do imóvel. Esse cuidado deve ser sempre tomado antes de fazer qualquer alteração na rede elétrica.

  • Passo 2: remova o dispositivo antigo

    Em caso de substituições, retire o interruptor antigo do local. Tudo o que você precisará fazer é desparafusar o equipamento do seu suporte.

  • Passo 3: confira os fios

    Ao retirar o interruptor já existente, analise a fiação com atenção. Caso as pontas dos fios estejam prejudicadas, tente cortá-las. Feito isto, desencape 5mm do cabo, deixando cada um deles com as extremidades renovadas.

  • Passo 4: encontre os fios do interruptor

    Para facilitar o trabalho dos eletricistas, os fios podem ser identificados por meio das suas cores. Em geral, os cabos em vermelho são usados para a fase. Por outro lado, os em preto ou branco, são destinados ao retorno da lâmpada.

  • Passo 5: encontre os fios da tomada

    Os fios da tomada precisarão ser separados durante o processo. A boa notícia é que esses cabos também podem ser identificados por meio das cores:

    azul: neutro;
    vermelho: fase;
    verde ou amarelo: terra.

  • Passo 6: faça um teste

    Em dúvida se a fiação foi identificada corretamente? Certifique-se realizando um teste rápido. Basta ligar a rede elétrica e testar cada cabo com uma chave teste. Se estiver tudo certo, desligue a eletricidade novamente e continue o procedimento.

  • Passo 7: conecte os fios ao interruptor

    Assim que os cabos forem identificados, pegue o interruptor e conecte o fio “fase” no pino localizado no meio da base. Depois, é o momento de ligar o fio do “retorno” nos pinos restantes. Conclua a etapa parafusando cada um em seus devidos pinos.

  • Passo 8: conecte os fios à tomada

    O fio “terra” precisará ser ligado no pino central. O fio “fase” e o “neutro”, deverão ser conectados nos demais lados. Não se esqueça de parafusar muito bem todos os pinos. Só tome cuidado para jamais encostar os fios desencapados ou segurar dois cabos de uma só vez.

  • Passo 9: termine o trabalho

    Por último, parafuse o suporte, encaixando o interruptor e a tomada. Finalize o procedimento colocando a placa de acabamento e religue a energia elétrica. Simples!

É importante sempre lembrar que todas as etapas devem ser feitas com atenção e cuidado. O uso de equipamentos de segurança é indispensável durante todo o procedimento para evitar acidentes.

Quais são os tipos de interruptores disponíveis?

tomada e interruptor
Conhecer os tipos de interruptores é importante para escolher o modelo ideal de acordo com o ambiente.

Antes de aprender como instalar interruptor, considere conhecer a fundo os tipos de interruptores disponíveis no mercado.

Ao visitar uma loja de materiais de construção ou ao navegar na Internet, é possível que você encontre diferentes versões desse dispositivo. Isso pode fazer com que você se pergunte: “qual a melhor alternativa para a minha obra?”.

Conhecemos bem esse cenário. E para evitar que isso aconteça e você fique inseguro, nos adiantamos e explicamos abaixo as características de cada um dos diferentes tipos de interruptores, bem como as suas finalidades em uma construção. Confira:

Interruptores de uma seção

São as versões mais simples da atualidade e apresentam somente uma tecla, que é exclusiva para controlar lâmpadas em um ponto específico da casa. Por carregar uma configuração básica, deve ser instalado perto da porta, em uma altura de até 1,40m do chão.

Interruptores de duas seções

Como o nome já revela, esses tipos de interruptores são compostos por duas teclas que, por sua vez, servem para controlar, separadamente, diferentes lâmpadas instaladas em um único local.

Assim como a primeira versão, esta deve ser colocada perto da porta e em uma altura de, no mínimo, 1,20m do piso.

Interruptores de três seções

Temos ainda os dispositivos triplos, que possuem três teclas exclusivas para controlar lâmpadas de maneira separada, mas, ainda assim, localizadas em um mesmo ponto.

Para o seu uso eficiente, o equipamento deve ser instalado perto da porta do cômodo, em uma altura de, no mínimo, 1,20 metros e, no máximo, 1,40 do chão.

Interruptores paralelos

Conhecido por muitos como “three way” (do inglês, “três vias”), os tipos de interruptores paralelos contam com três pontos na ligação de seus condutores. São eles:

  • o neutro;
  • o retorno;
  • o retorno paralelo.

Nesse caso, o dispositivo permite que as lâmpadas funcionem em um local do ambiente, mas com a possibilidade de serem desligadas em outro cômodo.

Esse detalhe faz com que essa alternativa seja bastante utilizada dentre todos os tipos de interruptores para comandar lâmpadas, motores ou ventiladores de teto que devem ser usados em áreas distintas. Esse é o caso de escadas, dormitórios ou cômodos com mais de um acesso.

Confira as nossas ofertas: https://www.tocaobra.com.br/categoria/materiais-eletricos/tomadas-e-interruptores 

O que analisar na hora da escolha?

Como vimos, há diferentes tipos de interruptores disponíveis — cada qual, com as suas especificações e finalidades. Antes de fazer a sua escolha, é imprescindível considerar alguns fatores básicos e que farão toda a diferença no resultado do projeto, garantindo mais proteção e eficiência. Vamos descobrir quais são eles?

  • o local da instalação;
  • a metragem do espaço;
  • a rotina dos moradores;
  • o projeto luminotécnico do imóvel.

O acabamento também é um ponto que merece ser avaliado com cautela. Caso esteja indeciso, prefira investir em interruptores padronizados ou em tons de branco, que são mais comuns e conseguem conversar bem em diferentes estilos arquitetônicos.

Procure ficar atento às indicações dos diferentes tipos de interruptores. Por possuírem características distintas, cada modelo pode se adaptar melhor em um tipo de ambiente. A seguir, explicamos para qual tipo de ambiente cada opção é mais recomendada:

  • simples: ambientes pequenos;
  • duplos: ambientes médios;
  • triplos: ambientes grandes ou que apresentam diversos pontos de iluminação;
  • paralelos: ambientes grandes ou cômodos onde é preciso acender a luz em pontos variados. Um exemplo são dormitórios que possuem lâmpadas perto da cama e outras logo na entrada.

Em caso de dúvidas, a melhor solução é consultar um eletricista. O GetNinjas é a plataforma ideal para te ajudar nessa tarefa. Você vai encontrar profissionais especializados para sua obra e obter excelentes resultados.

Conte para nós: o que achou das nossas dicas sobre os diferentes tipos de interruptores e como fazer a instalação no seu projeto? Esperamos que, após a leitura, as suas dúvidas tenham acabado e você consiga finalizar a obra com mais segurança e agilidade.

Para continuar acompanhando outros conteúdos valiosos como este, siga a nossa página no Facebook e cadastre-se em nossa newsletter para ficar por dentro das últimas novidades do mundo da construção!

Contrate um ninja