Na hora de usar a furadeira, uma das dúvidas mais comuns é sobre os tipos de brocas. Afinal, nem sempre é fácil decidir qual é a indicada para a superfície e para o serviço a ser realizado.

A escolha certa, contudo, faz toda diferença tanto na facilidade como no resultado final do trabalho. Para entender qual modelo usar, a principal dica é conferir o diâmetro do furo a ser aberto e o material a ser perfurado.

Quer mais orientações para entender os diferentes tipos de broca? Continue a leitura!

Qual a importância de escolher o tipo certo de broca?

A broca pode ser encontrada em diversos materiais, e existem diferenças significativas no corpo e na ponta que permitem o item se adaptar melhor ao uso.

Também é costume encontrar as brocas em kits de diferentes tamanhos, o que altera o diâmetro do furo que será feito com cada uma delas, indo dos pequenos aos maiores.

Escolher o tipo certo de broca faz toda a diferença no resultado final, na segurança e na facilidade do trabalho. Afinal, usar a broca errada pode danificar tanto a sua furadeira como a superfície de trabalho.

Quais os diferentes tipos de brocas?

Pessoa utilizando um tipo de broca para perfurar duas tábuas de madeira.
É importante conhecer os tipos de brocas para escolher o mais adequado de acordo com o material que será perfurado.

Agora que já ficou clara a importância da escolha adequada, vamos ver em detalhes os principais tipos de brocas.

Brocas para madeira

Se a ideia é perfurar uma superfície de madeira, existem alguns tipos de brocas que podem ser usadas. Confira quais são elas:

Broca de 3 pontas

Também chamada de broca de aço carbono, ela é indicada para perfurar diversos tipos de madeira e é fabricada, normalmente, em aço carbono. Esse material confere à broca maior resistência ao calor gerado pela perfuração da madeira.

Tipo de broca de três pontas.

Como o próprio nome sugere, essa broca possui 3 pontas na extremidade, o que confere mais firmeza durante o trabalho e um acabamento mais limpo. As suas pontas também ajudam na hora de perfurar a madeira – a central funciona como guia e evita que o ponto inicial escape durante a perfuração e as outras duas ajudam no processo.

Broca escariadora

Também conhecida como broca com escareador, ela é indicada para escarear furos na madeira, ou seja, abrir um pouco mais o diâmetro na finalização do furo.

Seu uso é muito comum na hora de realizar rebaixos ou chanfros nos furos, de forma a permitir que a cabeça do parafuso fique embutida na madeira. A principal vantagem dessa broca é que, com apenas uma ferramenta, é possível furar e escarear ao mesmo tempo.

Broca chata

A broca chata possui uma grande variedade de tamanhos e é usada para fazer furos ou rebaixos com diâmetros maiores. Ela é indicada para aqueles furos em madeira que não precisam de um acabamento fino.

Imagem de uma broca chata

Essa broca é composta por uma ponta central que, quando bem afiada, posiciona e estabiliza a broca durante a furação, e extremidades que abrem o furo de acordo com o diâmetro desejado.

Atenção porque, devido à angulação de corte da broca chata, o fundo do rebaixo não será totalmente plano.

Broca serpentina

Essa broca é a indicada quando é preciso realizar trabalhos rápidos na madeira. Seu nome é dado devido ao seu formato em espiral e com uma ponta parecida com um parafuso.

Com ela, você conseguirá avançar rapidamente e terá muito mais facilidade na hora de perfurar uma superfície de madeira. A broca serpentina deverá ser usada quando se deseja fazer um furo profundo sem muito esforço – e quando o acabamento é importante, já que ela permite furar sem arestas de corte e sem lascas de madeira.

Broca forstner

Ela possui uma função similar à da broca chata, sendo usada para fazer furos ou rebaixos com diâmetros maiores. Também é a mais indicada quando se deseja realizar rebaixos na instalação de dobradiça de caneco – presente na maioria dos armários.

A vantagem da broca forstner é que ela possui um formato circular e assim consegue equilibrar melhor as forças na hora de manter a posição desejada do furo.

Broca de pua

Para usar essa broca será preciso empregar um arco de pua. Ele é uma ferramenta manual que faz perfurações profundas. Mas para esse tipo de trabalho, você deverá ter bastante força para conseguir um furo grande, de qualidade e com bom acabamento.

Broca para metal

Tão importante quanto conhecer os tipos de brocas, no trabalho com metal é essencial ficar de olho na velocidade. O ideal é usar uma velocidade menor para não correr o risco de queimar a broca e perder seu fio de corte. Então, fique atento à velocidade recomendada pelo fabricante da broca.

Broca escalonada

É empregada para realizar furos em chapas de metal. Seu nome vem do seu formato, cônico e com degraus. Ela oferece um excelente acabamento com pouco aquecimento. Pode ser empregada também para a rebarbação de furos, eliminando resíduos e evitando a deformação do material.

Um dos tipos de brocas para metal: a broca escalonada.

Outra vantagem é que essa broca permite escalar o furo, ou seja, aumentá-lo de acordo com o diâmetro desejado.

Broca de aço rápido

Essa broca é usada para fazer furos em chapas metálicas. Ela possui um formato helicoidal e uma haste cilíndrica. Sua operação exige cuidado, sempre com o uso de fluido de corte para lubrificar e resfriar a ponta da broca, evitando que o calor excessivo desgaste o fio de corte.

Broca para concreto

As brocas para concreto, em geral, são feitas de ligas mais duras que as de madeira e furam concreto, cerâmica e mármore. Nem todas as brocas para concreto possuem corte afiado, já que algumas vezes a furadeira é usada na função martelete.

Imagem de um tipo de broca para concreto.

Ou seja, a furadeira é usada para causar impacto na superfície a ser furada, rachando a área e facilitando a abertura do furo.

Broca de vídea

Também conhecida como broca de metal duro, ela é indicada para furos em materiais resistentes, como concreto, granito e mármore. Identificar esse tipo de broca não é difícil, já que ela possui a ponta com formato de flecha, que é mais larga que o corpo da broca.

Isso evita que o cavaco gerado pela perfuração trave a broca dentro do furo, além de dar mais rapidez e agilidade ao trabalho.

Broca SDS

Esses tipos de brocas são divididos em:

  • SDS MAX: usada para marteletes superiores a 4 kg;
  • SDS PLUS: usada em marteletes de até 4 kg.

Essas brocas são usadas para perfuração profissional em mármores, concretos, tijolos, granitos e alvenarias em geral.

Além de mais resistentes que as brocas normais, elas ainda contam com um sistema de encaixe especial na furadeira que previne possíveis deslizes durante a perfuração no material.

Broca para vidro

O vidro é bastante delicado e por isso exige o uso de uma broca específica, chamada de broca diamantada. Ela também pode ser usada para perfurar outros materiais como mármore, granito e porcelanato.

A diferença é que a sua ponta conta com um revestimento de diamante, o que oferece mais qualidade no acabamento do furo, pois o diamante tem uma dureza elevada e oferece bons resultados com materiais mais duros.

Imagem de uma broca para vidro.

Além dessas, também existe a broca multiconstruction que, como o nome indica, pode ser usada em diversas superfícies como metal, madeira, concreto, plástico etc. Sua ponta de metal duro garante a durabilidade e a qualidade durante a perfuração, além dos seus gumes de corte bem afiados.

Outra opção bem conhecida é a broca serra copo, usada para fazer furos maiores. Existem diâmetros diferentes e opções de serra copo para madeira, pedras e outras superfícies.

Mandril

Além de identificar os melhores tipos de brocas, fique atento também ao mandril, ou seja, a parte da ponta da furadeira onde a broca será encaixada. Ela tem suas medidas em polegadas e frações – que se referem à circunferência mínima que a broca deve ter para que o mandril a segure.

Por exemplo, um mandril de ½ polegada (13mm) suporta brocas de 2 a 13 milímetros de diâmetro. Já o mandril de 3/8 polegada (10mm) suporta brocas de 0,8 a 10 milímetros e o mandril de 5/8 (16mm) suporta brocas de 3 a 16 milímetros de diâmetro.

Dicas extras sobre brocas

Imagem de uma mesa com ferramentas sobre ela, como: capacete, protetor auricular, luvas, trena e brocas.
Tomar alguns cuidados é fundamental para garantir a segurança durante o uso da ferramenta e a qualidade do serviço realizado.

Ainda está difícil definir os melhores tipos de brocas para seu trabalho? Algumas dicas importantes são:

  • antes de fazer qualquer furo, marque o local com um marcador próprio ou um prego, evitando furar no lugar errado;
  • caso fique em dúvida entre o tamanho de broca a usar, comece com uma menor e vá ajustando conforme o desejado;
  • para que a broca continue funcionando adequadamente, é importante fazer a manutenção do corte, afiando-a com rebolos;
  • não se esqueça de usar os equipamentos de proteção, como óculos e luvas, quando for furar alguma superfície;
  • nunca usar as brocas especiais para madeira e aço rápido na furadeira no modo impacto;
  • nunca substituir a broca na furadeira enquanto ela estiver conectada à energia, pois há um risco elevado de acidentes.

Neste conteúdo, você aprendeu que existem vários tipos de brocas e escolher a ideal é essencial para um trabalho mais seguro e de qualidade. Para encontrar a broca certa, confira o tipo de material a ser perfurado, o diâmetro do mandril e o tipo de furo que você deseja fazer.

Agora você já sabe tudo sobre tipos de brocas? Encontre a ideal para seu trabalho no Toca Obra e cadastre seu e-mail em nossa newsletter para receber mais conteúdos com dicas especiais para sua obra e ficar por dentro das ofertas do nosso site!

Contrate um ninja