Uma reforma de apartamento pode ser um momento de muita alegria, afinal, você está deixando seu lar mais bonito, moderno e com a sua cara. No entanto, esse momento de realização de um sonho pode se tornar um pesadelo para algumas pessoas.

Você com certeza conhece histórias de obras cheias de problemas, gastos além do esperado e resultados nem sempre satisfatórios. A boa notícia é que esse não precisa ser o seu caso.

Tomando alguns cuidados, a sua reforma de apartamento pode acontecer sem transtornos. Quer ficar longe dos problemas e erros mais comuns? Veja agora o que NÃO fazer durante a remodelação do seu lar!

Deixar de fazer um planejamento das etapas da reforma

Muita gente que não tem experiência com uma reforma de apartamento, tem a impressão de que dá para começar a obra e solucionar os problemas conforme eles forem aparecendo.

O erro dessa abordagem é que ela leva a problemas muito maiores do que o esperado e, geralmente, traz consigo muitos gastos desnecessários, além de atrasos na obra. Para evitar tudo isso, o planejamento é fundamental. Antes de começar, tenha um panorama completo da obra, incluindo registros como:

  • quais serviços serão realizados;
  • ordem de execução das etapas da obra;
  • quantidade de dias e funcionários necessários para cada atividade;
  • quais documentos deverão ser obtidos;
  • quantidade de material a ser comprada;
  • prazos de entrega de cada fornecedor e quando a compra deve ser feita para chegar na hora certa;
  • orçamento disponível;
  • projetos de engenharia, arquitetura, elétrico ou hidráulicos, conforme a necessidade da reforma.

Ou seja, a reforma de apartamento começa bem antes de colocar a mão na massa. Antes de dar início aos trabalhos, dedique um tempo ao planejamento e você terá muito menos imprevistos.

Não dar importância ao orçamento antes e durante uma reforma de apartamento

Se você começou pelo planejamento, certamente já sabe quanto de dinheiro tem disponível à vista, em cartão de crédito e, possivelmente, com um financiamento para sua reforma de apartamento. E esse já é um bom começo.

Agora, é hora de orçar cada material e de acompanhar os gastos da obra dia a dia. Sabendo qual é o orçamento de reforma total da obra, divida o valor entre os diversos itens, como mão de obra, projeto, compra de material básico, acabamento etc.

Lembre-se, ainda, de reservar uma parte do dinheiro, pelo menos 10%, para os gastos não previstos, pois eles sempre existem.

Se você nunca fez uma reforma de apartamento, é bom contar com um engenheiro ou arquiteto experiente para fazer previsões acertadas sobre os custos da obra.

Outro ponto fundamental é pesquisar e comparar o preço de cada item em diversas lojas, comprando onde for mais vantajoso. Caso você não contrate um profissional, essa pesquisa deve ser ainda mais extensiva para que o orçamento de reforma seja previsto corretamente.

Caso você decida contratar um profissional especializado, faça um orçamento grátis com o GetNinjas e encontre serviços de qualidade para sua obra.

Uma vez escolhidos os fornecedores, é hora de anotar os gastos que vão sendo concretizados a cada dia e comparar com os valores planejados. Se algum dos itens tiver um custo acima do esperado, é bom ver imediatamente onde é possível economizar. Dessa forma, o custo total não será ultrapassado.

É importante fazer esse controle frequentemente ao longo da reforma. Se você deixar para somar tudo no fim, pode ter surpresas desagradáveis e acabar se endividando.

Usar materiais de baixa qualidade ou errar na quantidade

Falando em orçamento de reforma, você provavelmente vai querer economizar em muitos itens, o que é perfeitamente normal e até desejado. Porém, em muitos casos, não vale a pena economizar comprando um material de qualidade inferior.

A qualidade do matéria-prima interfere na durabilidade dele, podendo até mesmo prejudicar a aplicação do material durante a obra, gerando mais desperdício e maior gasto com mão de obra. Por isso, eleja sempre materiais de qualidade.

Se quiser economizar no material de construção, você pode procurar outras alternativas. Por exemplo, usar um revestimento mais simples, ou revitalizar alguns dos itens antigos para aproveitar no apartamento depois da reforma.

Outra dica é usar o mesmo tipo de piso ou revestimento em vários cômodos. Assim, você pode comprar em maior quantidade e negociar um preço melhor.

E, falando em quantidade, também dá para economizar em materiais de construção se você calcular a quantidade correta. Nem para mais nem para menos. Comprando apenas a quantidade necessária, você garante que não vai faltar material e que não terá gastos desnecessários e sobras ao final da obra.

Conduzir uma reforma de apartamento sem a devida supervisão

Você pode contratar a melhor equipe de obra disponível, mas sem a devida supervisão as chances de que o resultado não saia como esperado são grandes. Mesmo com um projeto feito por um engenheiro ou arquiteto em mãos, é possível haver mal entendidos e desvios do projeto original.

Por isso, é importante que um engenheiro ou arquiteto de obras acompanhe de perto a execução de cada etapa. Aqui vão algumas dicas para evitar problemas nesse sentido:

  • dê comandos claros e objetivos;
  • não assuma que algo será automaticamente entendido — comunique as suas expectativas;
  • mesmo que já esteja no projeto, repasse junto com a pessoa que vai executar onde deverão ser instalados itens como tomadas, lâmpadas, ralos, torneiras etc;
  • lembre a equipe de fazer o caimento certo para que a água seja direcionada para os ralos e não se acumule em outras áreas do banheiro, cozinha ou jardim.

Uma boa ideia é tirar férias do trabalho durante a obra e, se você não puder fazer isso, contratar uma pessoa de confiança. Se essa também não for uma opção, tente passar na obra todos os dias logo de manhã antes de ir trabalhar, e deixe seu número de telefone com a pessoa responsável.

É melhor ficar disponível e solucionar dúvidas sempre que necessário do que deixar a equipe trabalhar sozinha e, possivelmente, cometer erros.

Começar uma reforma de apartamento sem as devidas autorizações

Esquecer da parte burocrática pode gerar não apenas atrasos na obra, mas também gastos extras, multas e até mesmo punições legais. Antes de reformar, verifique quais são as regras do condomínio e as regras da prefeitura para a execução de uma reforma de apartamento.

Muitas vezes, será preciso obter a aprovação do projeto e reforma por meio de um Registro de Responsabilidade Técnica (RT), feito por arquiteto ou engenheiro. Qualquer reforma elétrica, hidráulica, abertura ou fechamento de vãos, entre outras atividades, requerem essa aprovação.

Todas essas exigências são descritas na Norma de Reformas da ABNT (NBR 16.280, de 2015). O condomínio também pode impor regras próprias para a realização de reformas, como a autorização de entrada de pessoal e definição dos horários permitidos. Portanto, sempre consulte o síndico para evitar transtornos.

Escolher móveis com medidas ou cores erradas

Os móveis e outros itens de decoração são a cereja do bolo da reforma de apartamento e também devem ser planejados e pensados com antecedência. Antes de sair às compras, faça um layout dos cômodos com as medidas e veja onde posicionar os móveis, bem como os tamanhos mínimos e máximos que eles devem ter.

É importante deixar espaço suficiente para a circulação e tomar cuidado para não exagerar nos móveis. Muitos móveis num espaço pequeno dão a impressão de que o lugar é ainda menor.

Ao comprar sofás, máquinas de lavar, fogão, geladeira e outros itens maiores, verifique também se eles vão passar no vão das portas ou no elevador.

Outro detalhe importante é combinar os móveis com o restante da decoração. Pense na cor das paredes, revestimentos e bancadas, por exemplo. Com isso em mente, compre sofás, tapetes, cadeiras e outros móveis que harmonizam entre si e com os demais itens.

Apostar em tendências passageiras

parede antiga em uma reforma de apartamento
Em uma reforma de apartamento é importante ter muita atenção na hora de fazer as escolhas decorativas e estéticas

Falando em combinar cores e estilos, outro erro comum em reformas de apartamento é escolher uma tendência passageira para um item que tem durabilidade de muitos anos.

Para os itens duráveis, como revestimentos, pisos, cozinha, entre outros, é melhor escolher algo mais neutro e atemporal. Assim, você não corre o risco de enjoar e querer reformar de novo em pouco tempo.

Já nos sofás, quadros, mesas, cadeiras, papéis de parede e qualquer outro acessório de decoração, você pode ousar mais e apostar em tendências. Se a moda passar ou você cansar de uma cor específica, fica muito mais fácil dar uma cara nova ao seu lar.

Não focar nos projetos elétrico, hidráulico e de iluminação

Se você está pensando que uma reforma de apartamento pode ser motivada apenas porque se cansou da cor de uma parede, porque as portas estão ultrapassadas, o piso está desgastado, ou por causa de qualquer outro item estético, tome cuidado para não esquecer outros aspectos importantes.

Já que você vai reformar, é bom pensar também nos itens mais funcionais do seu apartamento, especialmente as conexões elétricas e hidráulicas. É bom revisar tudo e substituir eventuais itens danificados. Especialmente se você vai instalar ar-condicionado ou aquecedores, a aprovação de um profissional é essencial.

Pensando em sustentabilidade e economia, também vale trocar torneiras e descargas antigas por modelos mais novos, que garantem menor consumo de água.

Outro tópico que pode ser revisto é o projeto de iluminação. Em uma reforma de apartamento, aproveite para rever também essa parte. Adicionar pontos de luz em lugares estratégicos e escolher as lâmpadas certas podem dar outra cara para a sua casa, além de garantir mais conforto e praticidade.

Como vimos, os principais erros numa reforma de apartamento estão ligados à falta de planejamento e organização, à falta de orientação por profissionais qualificados e ao uso dos materiais errados.

Portanto, não economize no que não deve, ou o barato pode sair caro. Tenha bons profissionais ao seu lado, fornecedores competentes e materiais de qualidade.

Não deixe de assinar nossa newsletter e receba mais dicas e novidades para sua reforma!

Contrate um ninja