Quando as altas temperaturas chegam com tudo, nada melhor que uma piscina para refrescar o calorão, não é mesmo!?? E, se você puder curti-la no conforto de sua casa, melhor ainda! Mas, antes de sair dando mergulhos, é preciso conhecer muito bem os tipos de piscinas disponíveis no mercado para não acabar se frustrando com a aquisição. Para te ajudar, preparamos aqui um conteúdo completo sobre quais os modelos existentes, acolhendo todos os gostos e bolsos. Confira! 

Tipos de material de piscina

Antes de sairmos falando sobre os tipos de piscinas, é preciso que você tenha muito bem definido o espaço disponível para colocá-la e o quanto você está disposto a investir. Esses dois fatores vão influenciar diretamente na sua compra, pois, conforme o material e formato, os preços mudam consideravelmente. 

Piscina de plástico e inflável

Quem é que não tem alguma memória com uma piscina de plástico? Deveria ser considerado quase que um patrimônio cultural brasileiro, não é mesmo? As piscinas desse material são muito comuns por conta da facilidade de aquisição e diversas opções disponíveis no mercado. Os modelos começam com a capacidade em 1.000L e podem chegar até 26.000L. 

As vantagens dela são o valor mais acessível e a possibilidade de desmontá-la quando quiser. Além disso, não precisa de reformas para instalá-la. O gasto com estrutura será no máximo um plástico para forrar o chão onde ela vai ser colocada e filtro externo específico para manutenção. Também, podem ser infláveis, precisando de uma bomba para o enchimento, ou montável, com encaixe de peças do suporte no plástico disponível.

Casa com piscina

Piscina de fibra de vidro

Esse modelo também é muito conhecido, mas poucos sabem o nome do seu material. As piscinas de fibra de vidro são aquelas que já são pré-moldadas em um formato específico de fábrica, e, geralmente, ficam expostas nas lojas especializadas. Inclusive, por já vir pronta para instalação, esses comércios devem ficar localizados em áreas mais abertas por conta da logística de transporte das mesmas. Por isso é tão comum vermos elas na margem das rodovias.

Elas também possuem um custo mais acessível comparada aos modelos concorrentes. Além disso, por possuírem uma superfície lisa, o processo de limpeza é bem mais tranquilo. Todavia, para tê-la em casa é necessário mexer no terreno, abrindo um buraco para colocá-la e ajustar as tubulações. Ainda, é considerado um método prático já que a piscina vem praticamente pronta. 

É importante ressaltar que, para adquirir a piscina de fibra de vidro, além de ser necessário o espaço duas vezes maior que o seu tamanho original para garantir que a instalação seja tranquila, o transporte deve ser viável também para sua casa. Caso a rota passe por locais muito estreitos, onde o modelo não consiga ser levado com segurança, as lojas não efetuam a venda.

Piscina de alvenaria

Se você está com tempo, dinheiro e vontade de ter uma piscina personalizada, o modelo de alvenaria é a opção certa. Isso porque com você mesmo tem a possibilidade de construir sua piscina do zero, fazendo a fundação, estrutura e revestimento. Entretanto, realize-a somente com profissionais qualificados para evitar dor de cabeça futuras e prepare-se para uns 04 meses de obra.. 

A piscina de alvenaria necessita de uma construção excelente, impermeabilização impecável e manutenções periódicas para evitar infiltrações, vazamentos e acidentes. Isso porque é normal que com o passar do tempo os revestimentos comecem a ficar gastos e se soltem. Se não visto com antecedência, esses azulejos podem até cortar quem está se banhando. Agora, se seguir tudo conforme manda o figurino, você pode contar com uma piscina por mais de 15 anos sem grandes problemas ou ajustes.

Piscina de vinil

A piscina de vinil é praticamente a prima do modelo em alvenaria, afinal, ambas precisam de uma fundação e estrutura construída do zero. Todavia, o que difere a piscina de vinil é o revestimento, sendo o seu acabamento vinílico. Além da infinidade de opções de estampas, uma das vantagens dela é o seu tempo de instalação bem mais rápido, sendo aproximadamente de  01 mês. 

Porém, o cuidado com essa piscina deve ser redobrado, pois, dependendo do produto utilizado para limpeza da piscina, o material pode desbotar e ficar gasto. Também, qualquer objeto pontiagudo pode cortar o revestimento.

Piscina de Vidro

A mais cara de todas, mas também a mais bela. As piscinas de vidro são ótimas para compor o ambiente arquitetonicamente, afinal, sua transparência proporcionada pelo vidro permite a visão interna total, simulando um aquário. Por isso, são interessantes serem colocadas acima do solo, tendo até a possibilidade de instalação no teto. Entretanto, esteja com o bolso preparado pois os vidros utilizados são especiais para segurar a pressão da água.

Formatos de Piscina 

Se estiver com dúvidas sobre qual formato escolher, pense no seu objetivo com a piscina. Se você quiser apenas relaxar, as piscinas redondas e curvas são uma ótima opção para se comprar. Além de ocuparem menos espaço, são maioria nos modelos de plásticos disponíveis em maior capacidade hídrica. Todavia, sua instalação pode ser um pouco mais chata por conta da forma sem cantos, se você escolher um modelo inserido no chão, é claro.  

Já a piscina quadrada tem a instalação um pouco mais fácil por conta do formato, se você fizer o buraco exatamente do tamanho necessário. Caso contrário, a estruturação pode virar uma saga com diversas temporadas. Dependendo do modelo, há também a possibilidade de se fazer a prática de atividades esportivas. Por isso, é mais comum ver prédios e casas com piscina nessa forma.

E aí, se decidiu em qual piscina você dará mergulhos futuramente? Independente da escolha, o importante é se refrescar e curtir as estações mais quentes. E, para te ajudar a ter sua piscina garantida por muitos verões, o Toca Obra conta com modelos e acessórios em condições especiais. Não deixe de conferir!

Contrate um ninja