Sabe quando você está se mudando para um novo lugar e quer deixar cada cantinho com a sua cara? Ou quando você já está meio cansado da sua decoração e quer dar um “glow up”, melhorando o visual do ambiente? Com certeza uma forte aliada para você nessa missão será a pintura residencial. Afinal, com um pouquinho de cor em uma parede a imagem transmitida já é outra.

Mas, apesar de aparentar facilidade, pintar paredes em casa exige alguns cuidados para que seus sonhos não acabem virando um desastre total. Então, se você é marinheiro de primeira viagem nessa jornada ou tem um passado obscuro com pinturas, nós podemos te ajudar. Preparamos um artigo repleto de dicas que te salvaram com o “mão na massa” e te ajudaram a chegar no resultado final almejado. Confira a seguir!

Prepare o local que receberá a pintura

Antes de sair deixando paredes pintadas existem algumas etapas preparatórias que são cruciais para um bom resultado. A começar pelo planejamento, que deve ser muito bem feito, pois ninguém quer ter que parar um processo de pintura na metade e acabar com paredes manchadas, né? Abaixo uma colinha do que você não pode esquecer.

Liste os materiais necessários

É o básico, mas muita gente pula essa parte e acaba tendo uma baita dor de cabeça com a casa em reforma depois. São alguns minutinhos que você separa antes que te salvam horas depois. Vale ressaltar que para uma pintura residencial não basta apenas tinta, rolos e pincéis, quer dizer, pode bastar se o seu objetivo for uma parede mal pintada e móveis cheios de respingos. Preparamos uma lista genérica do que você pode precisar, podendo ter alterações conforme a situação do seu ambiente:

  • Lona ou lençóis para proteger os móveis;
  • Chave de fenda para retirar espelhos, tomadas e interruptores;
  • Papelão, plástico ou lona para proteção do chão;
  • Fita crepe para proteger forros, rodapés, janelas e portas;
  • Massa corrida para corrigir pequenas imperfeições na parede, como furos de quadros;
  • Espátula para auxílio na aplicação da massa corrida;
  • Lixas para efetuar o desgaste e limpeza da parede, garantindo melhor aderência da tinta;
  • Um pano úmido e um seco para a limpeza da parede;
  • Bandeja própria para pintura;
  • Mexedor de tinta ou algum objeto no formato de uma régua;
  • Rolo adequado para a pintura desejada;
  • Pincel médio/pequeno para fazer acabamentos.

Atenção nas compras!

Para economizar tempo e dinheiro, vá com o que deseja comprar já definido. Principalmente no que diz respeito à pintura da casa. Já pensou ficar horas olhando os imensos catálogos, escolher uma cor e na hora de pintar a parede não combinar muito bem com seu ambiente? Para te ajudar a passar bem longe dessa possibilidade, hoje há diversos simuladores online que te auxiliam na visualização da tinta no cômodo.

As tintas são divididas em diversas categorias, como a base de água e solvente, sem odor para pessoas alérgicas, de fácil limpeza, resistente a água, entre outras. Escolha a sua conforme a peça que será pintada e a finalidade desejada.

Proteção do ambiente para pintura

Antes de abrir qualquer lata de tinta, proteja bem seus móveis e objetos de decoração. Acredite, acidentes são muito fáceis de acontecer e a prevenção é a melhor alternativa. Se você tiver lençóis velhos, aproveite-os para fazer o isolamento. Além de ser sustentável, é uma economia no seu bolso.

Caso você não tenha lençóis, opte por fazer o isolamento dos móveis com lonas, plásticos ou jornais. Para o chão, se possível, opte por papelão, que é um material com absorção mais rápida caso caia pingos de tinta no chão. Utilize fitas adesivas para fixar os materiais de proteção no local e proteger janelas, portas, forro e rodapés. E, claro, não esqueça de tirar espelhos, tomadas e interruptores previamente.

Mão na massa

Quando tudo estiver devidamente isolado, hora de começar o processo de pintura residencial. Para efetuá-lo, algumas etapas devem ser feitas para garantir um acabamento bonito e uniforme. Acompanhe o passo a passo abaixo.

Correção da superfície

Chegou a hora de colocar a massa corrida em prática. Caso você tenha buracos e pequenas rachaduras, utilize a massa corrida para fazer o preenchimento. Essa etapa deve ser feita com 1 dia de antecedência a pintura, dependendo do clima.

Desgaste para uniformidade e fixação

Após efetuar as correções, a lixa auxiliará na retirada de relevos e/ou sujeiras que possam ter na superfície. Nesse momento também se ajusta onde possam ter excessos de massa corrida do passo anterior. Assim, tem-se uma superfície linear e levemente desgastada, o que ajudará na pintura e fixação da tinta, consequentemente. Atente-se à palavra levemente, não precisa tentar abrir um buraco na sua parede através do lixamento.

Limpeza para aderência de tinta

Depois da etapa anterior, você vai notar muito pó na parede a ser pintada. Esse pó deve ser removido para que não prejudique seu serviço, alterando a textura e aderência de sua tinta. Utilize um pano úmido para a limpeza, e, se necessário, um seco posteriormente para retirar a umidade.

Tinta na parede

Finalmente, é o momento de começar a pintar a parede. Lembre-se de olhar a previsão do tempo para não pegar dias muito quentes ou úmidos, ambos dificultam a aplicação e secagem. Comece pelos cantos com o pincel, fazendo os detalhes. Com o rolo, faça a letra “N” para descarregar a tinta e depois volte cobrindo a forma, deixando mais uniforme. Aguarde pelo menos 4 horas para a próxima pintura. Não se preocupe, as marcações saíram na 2ª mão. 

Armazenamento dos materiais de pintura

Paredes pintadas, hora de limpar e guardar o material utilizado. Para os pincéis e rolos, limpe-os sempre após finalizar uma demão de pintura para que a tinta não seque endurecendo suas cerdas. Para guardar a tinta, não coloque a que foi diluída de volta a lata, pois isso diminui sua durabilidade. Tenha um olhar atento a quantidade para evitar desperdícios.

Dica bônus

Separe uma boa playlist de músicas para ser sua companheira pintando paredes. Você deixará o serviço mais animado, e, quem sabe, até terapêutico! 

E aí, pronto para deixar sua casa em reforma pintando paredes? Temos certeza que seguindo essas dicas a sua pintura residencial será um sucesso. E, precisando de um lugar para comprar os materiais, Toca Obra está aqui pra você!

Contrate um ninja