Todo mundo sabe que a escolha da cor interfere diretamente na estética dos ambientes. Mas, o que nem todas as pessoas consideram, é como preparar parede para pintura, garantindo que a tonalidade escolhida dure por muitos anos e que a parede se mantenha bonita e sem problemas.

Se você está se preparando para fazer a pintura de casa, saiba que mais do que apenas aplicar a tinta nas paredes, é preciso tomar outros cuidados, de modo a ter um resultado mais profissional.

Para te ajudar, nós montamos este conteúdo completo para você aprender como preparar parede para pintura. Confira!

Qual a importância de preparar a parede para pintura?

Qualquer pintor profissional sabe que a aplicação da tinta é o último procedimento quando vamos pintar uma casa. Afinal, é a etapa de preparação que garantirá a qualidade final do acabamento e a durabilidade da pintura.

Se você for pintar uma parede antiga, por exemplo, pode ser que ela apresente problemas como mofo ou manchas. Nesses casos, o melhor a fazer é consertar a origem dos problemas e depois proceder com a pintura. Caso contrário, mesmo com a tinta nova, o bolor e as manchas voltarão a aparecer.

No caso de paredes novas, é preciso nivelar a superfície, retirando as imperfeições que ficarão ainda mais evidentes na hora que a tinta for aplicada.

As paredes externas de casa precisam de um cuidado ainda maior com o preparo. Isso porque elas tendem a ficar expostas à umidade. Se não seguir o passo-a-passo de como preparar parede para pintura com seladores, a superfície poderá sofrer com infiltrações, descolamento da tinta, bolhas e outras questões.

Tanto nas paredes internas como externas, a limpeza antes da aplicação da tinta é fundamental. Caso o processo não seja realizado, a tinta poderá acabar descascando no futuro, pois a poeira é uma das principais causas de descolamento de tinta.

E, claro, não se esqueça de sempre seguir as recomendações dos fabricantes, como a diluição (ou não) em água e outras questões. Elas podem variar entre as marcas e a não observação poderá comprometer o resultado, a qualidade e a durabilidade da pintura.

Para um resultado perfeito, o indicado é realizar as etapas de pintura com o auxílio de um profissional. Para isso, conheça os Getninjas, parceiros do Toca Obra. Faça um orçamento sem compromisso e comprove!

Quais materiais usar para preparar a parede?

Os materiais usados na preparação da parede dependerão muito do local onde ela se situa e das questões que apresenta.

Uma parede com mofo, por exemplo, necessitará de uma limpeza adequada antes da pintura, com a mistura de água sanitária diluída 1:1 em água limpa. Somente após essa limpeza e a secagem, é que você poderá pintar a parede.

No caso de fissuras, será preciso aplicar tinta emborrachada ou outros materiais específicos para tratar essas lesões.

Assim, de uma maneira geral, você precisará de:

Em relação aos materiais e ferramentas utilizados nas dicas de como preparar parede para pintura, os mais comuns são:

Como preparar parede para pintura?

Não é muito simples responder como preparar parede para pintura, afinal, é preciso fazer uma análise precisa do local que pretende se pintar. Assim, várias questões devem ser consideradas, como: parede interna ou externa, parede nova ou repintura, presença de problemas e outras questões.

Separamos duas sugestões de como preparar parede para pintura. Uma para paredes novas, no reboco, e outra para as demais possibilidades de repintura. Confira:

Paredes no reboco

A parede nova é a que precisa de cuidado redobrado com a preparação, oferecendo um acabamento melhor e evitando problemas no futuro. Veja como fazer isso.

1. Lixe a parede

A lixa usada deverá ser com uma gramatura mais grossa, como de 60 ou 80. Isso eliminará o excesso de areia que costuma ficar no reboco depois da secagem. Tome cuidado com a força exercida, porque a lixa será usada apenas para retirar o excesso e não deve criar nenhuma ranhura na parede.

Após terminar o processo, use uma vassoura para retirar o restante do excesso de areia que ainda pode ter ficado na parede.

Outra possibilidade é usar uma escova de aço para fazer o processo, no lugar da lixa. Se a parede ainda estiver com muitas imperfeições, use uma espátula para raspar a superfície.

2. Aplique o selador

O selador é um material bem importante e que deve ser aplicado nas paredes novas, especialmente nas externas. Ele tem a função de corrigir a absorção da parede e evitar que certos resíduos se fixem à tinta, como algum resquício de areia que acabou passando no processo anterior.

As paredes novas costumam absorver tinta de uma maneira desigual, o que pode causar manchas e comprometer a qualidade final da sua pintura. Por isso, o selador costuma ser muito usado, ajudando a economizar tinta e a melhorar o resultado.

No mercado, você encontrará seladores pigmentados e transparentes. Ambos têm a mesma função, a diferença é que o pigmentado já cobrirá parte do substrato. Assim, caso a parede já possua manchas ou cores irregulares, ele ajudará a cobrir. O selador transparente corrige apenas a absorção, sem alterar a aparência do substrato.

O selador deve ser usado para: reboco novo, concreto aparente, blocos de concreto e de fibrocimento.

É importante também não confundir o selador com o fundo preparador (que indicaremos no passo a passo para pintar paredes antigas). Ele é mais indicado na repintura, para paredes em gesso, paredes descascadas e paredes pintadas com cal que estão esfarelando ou para dar mais firmeza ao reboco fraco.

O fundo preparador tem uma função diferente do selador, ele aglutina as partículas soltas, o que promove uma aderência melhor da tinta.

3. Aplique a massa corrida

A massa corrida tem como função uniformizar a parede. Ela pode ser aplicada tanto em paredes internas, como externas – e também pode ser usada após a secagem do selador.

A massa corrida é muito importante e sempre deve ser aplicada tanto nas paredes novas como na repintura. Ela conta com agentes e propriedades selantes e evita problemas como imperfeições, fissuras na pintura, descascados e texturas desniveladas.

Além disso, a massa corrida também ajuda a economizar tinta, uma vez que auxilia reduzindo a porosidade das paredes, o que faz com que ela absorva menos tinta.

Você poderá usar tanto a massa acrílica como a massa corrida PVA. A primeira é mais indicada para ambientes variados (ou seja, áreas internas e externas) e a segunda é comum em áreas internas.

Depois que a massa estiver seca, use a lixa para deixar a superfície uniforme. Uma dica é fazer isso com a ajuda de uma lâmpada, assim você poderá enxergar os pequenos defeitos.

4. Aplique a tinta

Após concluir todas as etapas acima de como preparar parede para pintura e garantir que a massa corrida está bem seca e nivelada, finalmente é hora de aplicar a tinta. Em geral, são recomendadas duas demãos de tinta, respeitando os prazos estabelecidos pelo fabricante.

Paredes para repinturas

No caso das repinturas, é preciso ter uma atenção maior na análise da parede, garantindo que ela está adequada para os demais procedimentos.

1. Analise a parede

Antes de pintar, observe como está a sua parede. Note se ela possui trincas, rachaduras ou marcas de pregos e furos. No caso de bolor ou mofo, como dissemos, faça a limpeza com a água sanitária diluída. Para cobrir furos e pequenas rachaduras, use a massa PVA.

Se notar outros problemas, como infiltrações, é melhor contratar um pedreiro ou encanador para que ele possa identificar e sanar a origem do problema.

2. Limpe a parede

Depois disso, é hora de retirar poeira e manchas. Se a sua parede está manchada com gordura ou graxa, por exemplo, você poderá lavá-la com uma mistura de água e detergente neutro.

No caso de apenas haver poeira e outras partículas, use um pano umedecido para retirar todos esses itens. Espere a parede secar bem.

3. Aplique o fundo preparador

Como dissemos, o fundo preparador é o mais usado no caso de repinturas. Ele ajuda a agregar as partículas soltas, fazendo com que a tinta tenha uma aderência maior à parede, economizando a quantidade necessária e dando um acabamento mais profissional.

A aplicação deverá ser feita de acordo com as orientações do fabricante e é preciso aguardar a secagem do produto.

4. Corrija as imperfeições

Depois de passar o fundo preparador, o passo seguinte de como preparar parede para pintura, é aplicar a massa corrida. Nas áreas não molháveis, o recomendado é usar a massa corrida e nas áreas molháveis, a massa acrílica. Use de 1 a 2 demãos para nivelar a superfície e espere secar.

Na sequência, será preciso lixar a área onde a massa foi aplicada, assim a superfície ficará mais lisa e a pintura mais perfeita. Após o procedimento, use um pincel seco para retirar o pó e finalize com um pano úmido. Aguarde a parede estar totalmente seca.

5. Aplique a tinta

homem com rolo de tinta amarelo
Após a preparação da parede você pode pintá-la como desejar

Agora é só aplicar a tinta que você escolheu e curtir o resultado. Não esqueça de, antes de fazer todo esse procedimento, proteger e isolar as tomadas, janelas, pisos e móveis. 

Você pode retirar os espelhos das tomadas e interruptores, proteger os rodapés e acabamentos em gesso com fita e usar uma lona sobre o chão ou os móveis, evitando os respingos e a poeira.

Caso nunca tenha pintado antes, comece com uma parede pequena, até pegar o “jeito”. Nos cantos e encontros de parede, use um pincel pequeno para realizar a pintura. Para pintar o teto, use sempre um prolongador de cabo, evitando subir em cadeiras e outros locais perigosos.

Outra dica é sempre seguir a sequência de pintura:

Agora está mais fácil entender como preparar parede para pintura? Você viu que essa é uma etapa fundamental, evitando manchas, paredes descascadas, pintura com bolhas e outras questões que afetam a qualidade final do trabalho. Para cada tipo de parede, existe um preparo diferenciado, com produtos adequados.

Gostou de saber como preparar parede para pintura? Compartilhe as nossas dicas com seus amigos nas redes sociais!

Aproveite e assine a Newsletter do Toca Obra, assim você ficará por dentro de todas as novidades e promoções!

Contrate um ninja