Morar em um sobrado é o desejo de muitas pessoas, já que esse tipo de construção é elegante, espaçosa, oferece mais privacidade e ajuda a valorizar o imóvel. Mas, depois de optar por esse estilo, vem a dúvida: afinal, como construir um sobrado?

Por ser uma construção diferenciada, é importante que você tome alguns cuidados, como criar um bom projeto, escolher adequadamente os profissionais e também ficar atento aos custos.

Não sabe por onde começar a construir o seu sonho? O Toca Obra te ajuda! Confira o conteúdo completo que montamos e saiba como construir um sobrado!

Como construir um sobrado?

Para tirar o sonho do papel sem nenhum susto, é indispensável saber como construir um sobrado. Isso porque esse tipo de construção exige alguns cuidados específicos que devem ser respeitados, evitando colocar a sua família em risco ou construir algo que não será funcional posteriormente.

Projeto

O projeto é um dos pontos essenciais para qualquer construção, e um item fundamental sobre como construir um sobrado. Ele nunca deve ser ignorado e é indispensável a contratação de um engenheiro ou arquiteto responsável.

Esse profissional será quem irá avaliar o seu terreno para saber se haverá a necessidade de algum cuidado adicional na hora da construção, projetando todas as estruturas de suporte para a construção de uma casa de dois andares, e planejando a distribuição dos cômodos, janelas e outros itens.

Contudo, antes de começar o projeto você precisa decidir alguns pontos como:

  • Necessidades da sua família: uma casa de dois andares permite diferentes configurações, com vários cômodos e de metragens distintas. Então, analise quais as necessidades que vocês possuem, como quantidade de quartos, cômodos adicionais, posicionamento de cada um deles, necessidade de suíte, conceito aberto etc.;
  • Pensar na orientação da casa: a orientação é o posicionamento que a casa terá no terreno, avaliando se ela receberá mais o sol da manhã ou da tarde. Assim, pense em onde o sol nasce e descubra em quais pontos os cômodos deverão ficar. Essa é uma informação indispensável no que tange à iluminação e ventilação da casa, bem como a temperatura interna e o conforto dos moradores;
  • Avaliar a área de lazer: se houver espaço no terreno, pense em como deseja criar sua área de lazer e jardinagem, indicando para o profissional o sonho da família, como uma área gourmet com churrasqueira, piscina, jardim de inverno e outros.

A partir destas informações, o profissional analisará a metragem disponível para a construção (considerando o recuo para a rua e a área verde obrigatória) e verá se é possível incluir todos os desejos no projeto.

Não se esqueça de pensar no estilo que deseja para a sua nova casa. É possível construir sobrados modernos, com telhado embutido, opções com muros de vidro e até casas inteligentes, com sistemas automatizados de iluminação e outros controles automáticos. Tudo isso deverá ser planejado na fase de projeto.

Custos

Homem ajoelhado utilizando uma furadeira em uma tábua de madeira.
Conte sempre com o serviço de bons profissionais, que conhecem produtos e planejamentos adequados.

Outra dica de como construir um sobrado é se preparar financeiramente para a obra. Algumas pessoas acreditam que construir um sobrado é mais caro que uma casa térrea, mas nem sempre isso é verdade.

É claro que, em alguns pontos, é possível economizar sem perder a qualidade, por exemplo aproveitando as promoções de materiais de construção ou de acabamento.

De qualquer forma, o custo varia de acordo com o valor do m². O preço médio gira em torno de R$700 a R$ 2 mil por m².

Alguns dos pontos que mais influenciam nos custos de uma obra são:

Pode representar até 40% dos custos, com pedreiros, auxiliares e profissionais especializados: como eletricista, pintor, engenheiro e arquiteto. Apesar de ser um custo elevado, é importante não economizar nesse ponto, pois é desses profissionais que depende a qualidade da sua obra;

Estão diretamente relacionados à qualidade da sua nova casa. Na hora de economizar, busque por promoções, mas sempre procure por marcas conhecidas e com boa durabilidade e aceitação no mercado, evitando colocar em risco a vida útil do seu imóvel;

  • Projeto: 

Esse é um custo bem variável, sendo que alguns profissionais ou empresas já incluem o valor no fechamento do contrato. Lembre-se, ainda, de que quanto maior for o seu projeto, mais caro ele será em termos construtivos;

Essa é uma fase que não pode ficar de fora do seu orçamento, e que costuma ter um peso até maior do que os materiais de construção para fundação e outras etapas. Isso porque os valores dos acabamentos podem variar de acordo com o material, a marca, o design e a inovação de cada um;

  • Processos adicionais: 

Por fim, não se esqueça de incluir no seu orçamento outros processos necessários, como construção de calçada, instalação de portão, pintura, decoração, móveis planejados, instalação de painéis solares, paisagismo etc.

Existem algumas ideias que podem ajudar você a reduzir os custos com a construção do sobrado, sem perder a qualidade, como:

  • Investir em cômodos integrados (diminuindo a necessidade de paredes);
  • Optar por materiais com bom rendimento (na hora de construir as paredes internas, uma opção mais econômica é o drywall, por exemplo);
  • Evitar projetos com muitas quinas que exigem mais trabalho e material;
  • Usar alvenaria aparente no conceito industrial que reduz os custos com acabamento.

Quais as vantagens de construir um sobrado?

Bonito, charmoso e elegante, o sobrado também apresenta vantagens construtivas interessantes, e que precisam ser consideradas na hora de escolher o tipo de construção que você deseja para a sua nova casa. Veja algumas das vantagens que ele oferece.

Espaço útil

Quando você expande verticalmente a sua construção, consequentemente ela acaba dobrando a quantidade de espaço útil. Porém, ao optar por uma solução para aumentar o espaço, como construir um sobrado, é preciso adicionar mais espaço e tempo à sua construção, já que haverá um piso extra, permitindo incluir mais cômodos ou modificar a planta original.

Dessa forma, com um sobrado, você aumenta a capacidade do seu terreno e pode, inclusive, adicionar cômodos extras, como escritório, suíte, biblioteca, entre outras opções que configuram a casa de acordo com a sua personalidade.

Privacidade

Morar em um sobrado oferece mais privacidade tanto dentro como fora de casa. Como essa é uma construção elevada, os cômodos principais ficam geralmente distantes da rua, o que permite maior tranquilidade dentro de casa, podendo ouvir música, brincar com os cachorros e os filhos e agir livremente, como você desejar.

Ventilação e aproveitamento da luz natural

A altura dos sobrados também influencia no conforto térmico dentro da residência. Isso acontece porque existe maior ventilação e também mais luz natural. Dependendo de como for feito o seu projeto — como escolhas de posicionamento e tamanho das janelas e pé direito dos pisos —, essa sensação poderá ser ainda maior.

Além do bem-estar dos moradores, isso se traduz em economia. Afinal, você não precisará ficar com as lâmpadas acesas e nem investir em ventilador e ar condicionado para refrescar os ambientes, reduzindo o consumo de energia elétrica.

Valorização

Comparado com outros estilos construtivos, os sobrados costumam ter um preço de venda mais atrativo, já que eles têm metragens superiores às demais casas com o mesmo tamanho de terreno.

Além disso, essa é uma construção charmosa, bonita e cheia de estilo, que agrada muitas pessoas, tornando-o disputado e valorizado. Se a ideia é aumentar o patrimônio da sua família, esse é um ponto positivo bem interessante.

Outras dicas

Quer deixar o seu sobrado ainda mais bonito e confortável? Separamos algumas dicas importantes que podem ser adicionadas ao seu projeto. Confira.

Organize bem os ambientes

Na hora de planejar como construir um sobrado, lembre-se de organizar bem a distribuição dos cômodos. Isso não significa pensar apenas em quantos quartos ou salas vocês desejam e a metragem deles, mas também analisar o posicionamento de cada um e as ligações, como halls e corredores.

Em geral, o piso térreo costuma receber a sala de estar, de jantar, a cozinha, o lavabo e as áreas de serviço e na parte superior ficam os quartos, o banheiro social e a suíte. Ainda é possível unir a cozinha ao terraço exterior ou às áreas de serviço ou até criar um hall de entrada, que ligue a porta principal à sala de estar, por exemplo.

Nesse ponto, lembre-se de pensar onde a escada ficará posicionada e de que tipo ela deverá ser para otimizar o espaço e trazer segurança aos moradores. O acabamento das escadas também pode variar, mas é essencial que ela tenha corrimão e os degraus não sejam de materiais que escorreguem, evitando acidentes.

Analise a possibilidade de uma varanda

As varandas estão em alta e trazem um charme adicional a maioria das construções. Elas também ajudam a criar um espaço extra nos sobrados e trazer mais personalidade ao imóvel.

Se você sonha em ter uma varanda, primeiro, deverá conversar com seu engenheiro sobre o tamanho disponível para esse item (em geral, elas medem em torno de 4×3 metros ou 4×4 metros) e onde ela ficará.

É possível construir uma varanda no piso superior, apoiada por colunas, ou no piso térreo e até como acesso ao jardim.

Considere o exterior da sua casa

Não se esqueça de planejar a parte de fora da casa. Pense, por exemplo, no tamanho e na localização da garagem e quantos carros ela suportará.

Outros pontos essenciais para avaliar é se a casa fará ou não esquina, qual o espaço do terreno deverá ser deixado livre para as áreas externas e de lazer, onde ficará a piscina, o jardim e outros elementos, posição deles em relação ao sol etc.

Mesa com diversos tipos de suculentas além de ferramentas de jardinagem, como tesoura, alicate e pá.
Um espaço para lazer, descanso e jardinagem auxilia na sensação de bem-estar em sua casa.

Entenda as principais etapas de uma obra

Por fim, é indispensável compreender as principais etapas de uma obra. Assim, será mais fácil organizar o orçamento, definir a compra de materiais e a contratação dos profissionais.

Em geral, seu arquiteto ou engenheiro lhe ajudará nesses pontos. O primeiro passo, contudo, é cuidar da parte burocrática, fazendo a autorização da construção na prefeitura, de posse do projeto. Depois, você terá que cuidar da parte do terreno, fazendo a limpeza e analisando se será preciso drenar, por exemplo em casos de brejo.

Na sequência, será feita a parte de fundação e laje – essenciais na hora de como construir um sobrado, já que darão a sustentação aos dois pisos. Depois, os pedreiros subirão as paredes, na fase de vedação.

Em alguns casos, será preciso conversar com o eletricista nesse momento e também pensar na parte hidráulica, já que os fios e os canos passarão por dentro das paredes.

Na sequência, a casa receberá o teto, as janelas e poderá começar a fase de acabamento, com a instalação do contrapiso e do piso, da pintura e dos demais detalhes, como instalação das louças, metais etc.

Conclusão

Já deu para notar que não existem segredos em como construir um sobrado, não é mesmo? Afinal, os cuidados básicos são os mesmos de qualquer obra: fazer um bom projeto, contratar excelentes profissionais e comprar materiais de qualidade.

Gostou das nossas dicas? Já sabe como construir um sobrado? Encontre tudo o que você precisa no Toca Obra e transforme o sonho da sua casa em realidade!

Contrate um ninja